Páginas

sexta-feira, 17 de março de 2017

Ectoplasmia

Um dos fenômenos paranormais ou mediúnicos, mais notáveis é a ectoplasmia, também conhecida como materialização. Desde o início das investigações espíritas em Paris e em outros lugares na Europa observou-se a possibilidade de os "espíritos" ou CFV adquirirem temporariamente a propriedade de tangibilidade.

As almas dos mortos voltavam, batiam nos móveis, nas paredes, tocavam instrumentos musicais, provocavam fenômenos energéticos -  sons, luzes, eletricidade, reações químicas, movimentos à distância e sem contato. Induziam os sensitivos a escreverem e a falarem o que estas mesmas almas desejavam que escrevessem e falassem.

E.... tornavam-se tangíveis. O conhecido paranormal D.D. Home obteve manifestações em que os presentes poderiam sentir toques, abraços dos espíritos. (http://www.febnet.org.br/wp-content/uploads/2012/06/Daniel-Dunglas-Home.pdf)

A partir de 1870 o cientista William Crookes efetuou longa série de experiências com a médium Florence Cook, demonstrando a realidade das ectoplasmias. Crookes era conhecido como físico e químico, respeitado por seus trabalhos e contribuições para o avanço da Ciência. Apenas para lembrar, diremos que Crookes é descobridor dos raios catódicos e construtor do primeiro "tubo de Crookes" ou tudo de raios catódicos, que foi utilizado, dentre outras coisas, como tubo de imagem das televisões. Tecnologia esta que vigorou por quase 100 anos após sua época.

Após as experiências de Crookes vários experimentadores, alguns pesquisadores, acadêmicos e intelectuais de renome realizaram experiências semelhantes. Eis alguns deles:

Sensitivos e alguns de seus pesquisadores dos fenômenos de materialização.
SensitivosEspíritosPesquisadores
Florence Cook
Marie e Katie_King
Marthe Beraud
(Eva Carriere)
Bien-Boa e Frígia
Richet 
Schrenck-Notzing
Madame Bisson
General Noël
William Eglinton
Joey Sandy,
____Ernest Abdulah,
Aparições coletivas
Yolanda
Nèpenthès
Aksakof 
Von Bergen
Sr. Fidler
Carmine Mirabelli
Guiseppe Parini
Petrucelli
John
Diversos outros
Bozzano
____Círculo de Viena
Franck Kluski
Diversos espíritos
Pawloski
Geley

Richet 
Pesq. Poloneses
Srta. Wood
Diversos espíritos
D’Arsonval
Mme. Hull
Luzzia Hatoh
Sr. Hatoh
Esthel Post
Diversos espíritos
Dr. Ted Edwin
Frank Decker
Diversos espíritos
Dr. Ted Edwin
Sra. Hollis
Diversos espíritos
Dr. N. B. Wolfe
Linda Gazzera
Diversos espíritos
Schrenck-Notzing
Richet 
Fontenay
Imoda
D.D. Home
Dannie
Diversos espíritos
Crookes 
Lord Adare
Gouzyk
Diversos espíritos
Geley
Helen Duncan
Diversos espíritos
S. A. Wood
Sra. Salmon
Lucie
Mandy
Paul Gibier
Sra. Hardy
Diversos espíritos
Prof. Denton
Slade
Diversos espíritos
Stanislawa
Tomczyk
P. Lebiedezinsky
____Ochorowicz
Schrenck-Nortzing
Sra. Compton
K.
Aksakof
____Coronel Alcott
Sra. Margery
Crandon
Walter
Glen Hamilton
Srta. Ada B. Toledo
Diversos espíritos
H. Carrington
Sra. Lily Hope
Sunrise
Diversos espíritos
E. H. Sache
Elizabeth M. Mercedes
Diversos espíritos
Glen Hamilton
Maria Volhart
Diversos espíritos
Dr. F. Schwab
Irmãs Bangs
Manifestações parciais
Sr. Austin Burnham
Phinuit
Lodge
Hyslop
Carmen Dominguez
Leonora
Marata
Família Goligher
Diversos espíritos
W. J. Crawford
Ana Prado
Rachel Figner
João
Anita
Comissão Científica de Belém, Pará
Peixotinho
Diversos espíritos
Ranieri
Maria M.
Walter
Arthur Conan Doyle
Raymond Lodge
Lucy
Glen Hamilton
Sra. Firman
Bertie
____Outros espíritos
Sr. Oxley
Sr. Reimers
Sr. Monck
Bertie, Lily
Milke, Richard
Aparições coletivas
Sr. Oxley
Sr. Reimers
Sta. Fairlamb
Diversos espíritos
Ofélia Corrales
Mary Brown

(Fonte: Livro “Conversando Sobre a Morte; ou Epistemologia da Morte”, álvaro Chrispino, Rio de Janeiro, Edições CELD, 1994, 1ª edição).

(http://www.guia.heu.nom.br/materializacao.htm)

Cumpre registrar que os fenômenos de materialização de espíritos não é fenômeno extinto. Nos dias que correm há instituições espíritas que trabalham com esses fenômenos. Recentemente o Centro Espírita Regenereção e o médium Edson Queiroz em Recife foram instrumentos para que os espíritos produzissem inúmeros fenômenos desta espécie.

Um comentário:

  1. COMO VEJO DEUS

    http://rascunhosdateoriadetudo.blogspot.com.br

    (UMA VISÃO CIENTÍFICA)

    ResponderExcluir